Clarice Lispector: “o que estou fazendo ao te escrever? Estou tentando fotografar o perfume”

“Escrevo-te como exercício de esboços antes de pintar. Vejo palavras. O que falo é puro presente e este livro é uma linha reta no espaço. É sempre atual, e o fotômetro de uma máquina fotográfica se abre e imediatamente se fecha, mas guardando em si o flash. Mesmo que eu diga ‘ vivi’ ou ‘viverei’ é presente porque eu os digo já”.

“Quero escrever-te como quem aprende. Fotografo cada instante, aprofundo as palavras como se pintasse, mais do que um objeto, a sua sombra.”

“Com esta frase diz uma cena nascer, como em um flash fotográfico”

“O que estou fazendo ao te escrever? Estou tentando fotografar o perfume”

Clarice Lispector, Água Viva (1973)

Clarice Lispector fotografada por Claudia Andujar em 1961

Clarice Lispector, fotografada por Claudia Andujar, em 1961

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s