A árvore envenenada, por Celso Borges e Márcio Vasconcelos

essa árvore foi envenenada

alonso ramirez não gostava
das folhas que caíam na piscina
e dos morcegos felizes
desabando velozes na noite sobre
alcântara

lá do alto a lua cheia
ilumina a lenha oca
declarando guerra à morte

árvore, árvore do tempo envenenado
daqui de baixo minha alegria te contempla

Capa Arvore (1)

 

A árvore envenenada, por Celso Borges (poema) e Márcio Vasconcelos (foto)

/

Márcio Vasconcelos (São Luís, 1957) é fotógrafo independente, autor de livros sobre cultura religiosa afro descendentes e trabalhos premiados nacionalmente, entre eles “Visões de um poema sujo”, inspirado na obra de Ferreira Gullar.

Celso Borges (São Luís, 1959) é poeta e jornalista com 14 livros de poesia publicados, entre eles o LivroCD MÚSICA que tem a  participação de 50 artistas brasileiros.

/

Para adquirir o livro, basta mandar um email p/: mbvasconcelos85@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s