Marina Sereno: a imagem aberta do corpo

Aqui se apresentam dois substantivos: corpo e vão.

Refazer o corpo, questionar a imagem dada, pré-definida de um corpo, de um corpo de mulher, principalmente, e pensar o quão violenta é essa forma que limita os nossos corpos.

Olhar com atenção o corpo. Perceber os pedaços, descobrir formas, a textura da pele, os contrastes e os desenhos da luz e da sombra, durante a sessão.

A imagem do corpo em aberto.

Vão: como quer a arquitetura: o lugar de passagem,
o espaço que permite a entrada, de ar e de luz.

Mais uma vez: abertura

 

IMG_2335
Veja galeria com fotos de Marina Sereno aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s