Digressões, por Marta Egrejas

Cada pessoa tem seu punctum ao ver fotografias. Senti ao ver esta que fiz, assim como Barthes sentiu quando viu os olhos que viram o Imperador (primeiro parágrafo de A Câmara Clara). Por quê? Não sei. Talvez por ver sementes no vão entre as tiras de madeira do deck do Sesc Pompeia e fazer a relação com o começo da vida. Talvez pelos acontecimentos políticos e eu ter a esperança de sementes bacanas estarem se espalhando para depois crescerem. Sei lá. Digressões…

MartaEgrejas_digressoes

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s